05/05/2012 - 11h52 | MOGI DAS CRUZES PDF E-mail Imprimir
Polícia analisa imagens de explosão de caixas eletrônicos em Taiaçupeba  

 

A polícia analisa as imagens cedidas pela Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) que mostram o furto, depois da explosão de um caixa eletrônico e de um posto bancário no distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes. Por causa da ação ousada dos bandidos, os 2,5 mil habitantes do distrito ficaram sem alternativa para sacar dinheiro.

 

Ação

Por volta de 1h45 da manhã de sexta-feira (4) os criminosos, armados com fuzis agiram com rapidez. Primeiro eles explodiram o posto bancário e depois o caixa eletrônico.

 

O posto de atendimento bancário ficou completamente destruído e até o teto veio abaixo. O caixa eletrônico que ficava em frente à estação da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) ficou irreconhecível. A explosão foi tão forte que jogou a porta do cofre, que pesa 100 quilos, para o outro lado da rua. Pelo menos seis homens participaram dos ataques.

 

Registro

As imagens, obtidas com exclusividade pelo Diário TV, foram gravadas por uma câmera de monitoramento da prefeitura. Ela é controlada por um policial que fica na base da Polícia Militar. Primeiro é possível ver o carro dos ladrões parado perto do posto de atendimento bancário. O alvo deles era o caixa eletrônico.

 

A câmera focaliza na sequência o outro lado da praça. E de repente a explosão e muita fumaça. Quando a imagem volta para a rua um homem armado está do lado esquerdo. Ele fica vigiando a rua. Enquanto isso, o outro bandido corre para o carro com o malote de dinheiro.

 

Uma imagem mais próxima mostra outros homens que participaram do roubo, entrando no carro. O operador da câmera filma apenas a placa não sendo possível identificar os bandidos. Na fuga, algumas notas de dinheiro ficam pelo chão.

 

Segurança

A base da PM fica a 150 metros das explosões. Na hora do crime havia apenas um soldado que nada pode fazer contra homens fortemente armados. Ele chamou reforço do Batalhão da Polícia Militar, que fica a 30 quilômetros de Taiaçupeba.

 

O 17º Batalhão de Polícia Militar informou que os bandidos agiram rapidamente e apesar do reforço que foi acionado pelo policial que estava de plantão no distrito não foi possível prendê-los.

 

Na noite de sexta-feira, a Polícia Militar conseguiu encontrar dois veículos usados pela quadrilha nos assaltos em uma estrada de terra que liga o distrito a Rodovia Mogi-Bertioga.



 

Diário TV